As dez mais antigas e ainda hoje praticadas Religiões no Mundo
Segunda-feira, 14 de Maio de 2007
Xintoísmo

  O Xintoísmo foi a primeira religião japonesa. Diferente da Budismo, Cristianismo e Islamismo esta religião não tem um fundador conhecido, escrituras sagradas ,  filosofia religiosa explícita nem muito menos um código moral.

  Na verdade, o Xintoísmo só recebeu esta designação no século VI d.C. pela necessidade de se distinguir das religiões estrangeiras (Budismo e Taoísmo) que haviam entrado no país. Até esse momento havia permanecido como a religião de um povo primitivo que tal como todos os outros povos eram sensíveis às forças da Natureza e cultivavam a mitologia.

  Esta religião considera os Humanos inferiores à Natureza e tem como propósito fundamental provocar um sentimento de unidade entre o mundo natural e o povo.  

  Para melhor entender-mos o Xintoísmo enquanto religião podemos estabelecer uma comparação deste com a mitologia greco-romana cujas principais características são do conhecimento geral. Em ambos os casos existe a divinação de elementos naturais como o Sol, a Lua os rios, as montanhas, os relâmpagos etc. estes elementos considerados deuses podem alegrar-se ou enfurecer-se com os humanos atribuindo-lhes a sua bênção ou maldição daí a preocupação constante com o culto a estes deuses. Dentro das semelhanças atrás referidas encontra-se também a imperfeição dos deuses tal como na mitologia clássica dos deuses greco-romanos.

  Segundo o Xintoísmo o Universo resulta da separação das duas forças Yang (céu e bem) e Yin (terra e mal) do caos primordial, estas duas forças deram então origem aos cinco elementos (ar, água, madeira, metal e terra) estes agentes permitiram a criação da “Dez Mil Coisas” e deram origem aos primeiros deuses de seu nome Kami, Kanji e Kan  que continuando a cadeia de criação originaram os outros deuses, a Natureza e o Homem.

Yang & Yin

  Entre os deuses posteriormente criados encontra-se o Senhor do Céu (Tennou) que preside a uma assembleia de deuses e espíritos e que é servido por ministros e generais. Entre os servos mais importantes no Céu encontram-se os duques dos cinco elementos cada um a presidir ao ministério correspondente sendo que cada ministério é ainda servido por vários deuses menores e incontáveis espíritos.

  Entre os vassalos mais importantes na Terra encontram-se o Deus do Fogão que é responsável pela observação dos lares dos mortais durante o todo o ano subindo ao Céu no ano novo para apresentar um relatório sobre a vida das pessoas ao seu Senhor e ainda os deuses das cidades (normalmente anteriores humanos) encarregues de proteger cidades específicas contando para isso com a ajuda de deuses menores da terra e incontáveis espíritos da natureza. Além de todas estas divindades (já foram contadas mais de 8 milhões) ainda existem os dragões, os do Céu que são encarregues de proteger Tennou, e os dragões espirituais ou reis dragão que fazem a chuva cair e governam os mares.

  Quanto à vida dos Humanos propriamente dita o Xintoísmo diz que nascemos com duas almas: a superior chamada Kon de natureza divina e a alma inferior Haku que vem da terra e representa a natureza humana.  

  Quando o homem morre as almas tomam caminhos diferentes o Kon ascende ao Céu e é absorvido pelo Senhor dos Céus e o Haku descende à terra para ser julgado por um magistrado demoníaco, desse julgamento pode decorrer a prisão no inferno durante um período de tempo por falhas em vida e após o qual a alma renasce no Mundo, ou a alma ser recompensada e tornar-se um espírito ou mesmo um deus das cidades se tiver realizado feito extraordinários.

Templo Xintoísta

  É de salientar que as opções acima descritas só se realizam se o morto tiver tido a veneração dos seus familiares com sacrifícios, oferendas de alimentos em sua honra e ritos funerários se isto não tiver ocorrido os xintoístas acreditam que o morto se transforma em fantasma ou vampiro e volta à terra para prejudicar os vivos. Todas estes ritos funerários e oferendas são dirigidas por sacerdotes sua principal função é servir como um elo entre os deuses e os crentes através da execução dos ritos nos santuários, visando assegurar a protecção do povo japonês e do imperador (os sacerdotes xintoístas não são obrigados a levar uma vida de castidade, podendo casar e fundar uma família e podem as mulheres também ser sacerdotisas.

  Tal como foi dito atrás o Xintoísmo não possui escrituras sagradas nem filosofias religiosas específicas sendo as informações atrás reveladas extraídas da mitologia da época e que é mais ou menos seguida para explicar a origem do Mundo e justificar certos rituais pelos próprios seguidores do Xintoísmo.   

 

 

Respostas rápidas sobre o Xintoísmo
 
 
1. Quando surgiu o Xintoísmo?
Não se sabe ao certo quando surgiu porque foi a primeira religião japonesa e só recebeu a designação de Xintoísmo no século VI para se demarcar das restantes crenças que haviam entrado no Japão
 
2. Quais as principais características desta religião?
Tem inúmeras semelhanças com a mitologia grega e romana, diviniza os fenómenos da natureza, os deuses são semelhantes aos humanos, existem criaturas fantásticas como os dragões etc., não possui escrituras nem filosofias religiosas específicas sendo que todos os rituais e crenças se baseiam na mitologia popular vigorante aquando do aparecimento desta religião.
 
 3. Como vê a criação do Universo e quais as principais divindades?
   A criação do Universo resulta da separação das duas forças opositoras Yang (bem) e Yin (mal) que criaram os cinco elementos (ar, água, madeira, metal e terra que consequentemente criaram os primeiros deuses entre eles o Senhor dos Céus Tennou, os restantes deuses e a natureza.
  Entre as principais divindades encontram-se também o Deus do Fogão encarregue de vigiar a vida dos humanos para no final de cada ano relatar a Tennou e os Deuses das cidades. 
 
4.Qual a visão do Xintoísmo em relação à vida e à morte?
   Quando nascemos possuímos duas almas a Kon ( celestial) e a Haku ( que vem da terrs), quando morremos as almasseparam-se a Kon volta para Tennou e a Haku desce à terra para ser julgada. Do julgamento pode decorrer a prisão durante um período de tempo no Inferno devido a más acções, findo esse período renasce na Terra, ou devido a uma vida de boas acções ou de feitos extraordinários transformar-se num espírito das cidades ou num deus.
  Isto acontece apenas se tiver tido um funeral adequado, se isto não acontecer o morto transforma-se em vampiro ou fantasma.
 
5.    Quais os locais de culto do Xintoísmo?
  Em templos específicos localizados em locais com paisagens exuberantes e que possuem para se diferenciar dos restantes templos um tipo de portões de madeira designado Torii.
 
6. Existem sacerdotes?
Sim, são responsáveis por dirigir os cânticos e as oferendas para beneficiar o povo japonês e o Imperador. Os sacerdotes xintoístas não são obrigados a levar uma vida de castidade, podendo casar e fundar uma família e podem as mulheres também ser sacerdotisas
        
          


Publicado por areligiao às 20:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

4 comentários:
De altair a 24 de Agosto de 2012 às 14:41
Isso e muito chato


De Foda-se a 27 de Setembro de 2012 às 11:52
Homens gordos que lutam sumô me dão tesão


De porra a 3 de Junho de 2013 às 20:06
que isso cara???
se vc for mulher ai sim eu vou entender


De shana a 24 de Fevereiro de 2014 às 15:36
SHANASHANASHANASHANA
QUEEEERO CAFÉ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
SHANSHANSHANASHANASSSSSSS


Comentar post

A Religião e o Homem
Pesquisar neste blog
 
Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
16
17
18

20
21
22
24
25
26

27
28
29
30
31


contador de visitas
Contador Web
blogs SAPO
subscrever feeds